Estiramento Muscular

O estiramento e a distensão muscular acontecem quando o músculo se “estica” demais, devido ao esforço excessivo para realizar determinada atividade, podendo levar a ruptura de fibras musculares, do músculo ou do tendão envolvido.

A distensão e o estiramento muscular podem ser classificados de acordo com a gravidade da lesão em:

Grau 1: Em que há estiramento das fibras musculares ou tendíneas, mas não há ruptura. Assim, a dor é mais leve e para depois de mais ou menos uma semana;

Grau 2: Na qual há uma pequena ruptura no músculo ou no tendão, o que causa dor mais forte;

Grau 3: Que é caracterizada pela ruptura total do músculo ou do tendão, causando sintomas como dor intensa, inchaço e calor na região lesionada;

A principal causa do estiramento e da distensão é o esforço excessivo para realizar uma contração muscular, ,além disso, pode ser causada por movimentos bruscos, esforço prolongado, fadiga muscular ou equipamento de treino esportivo inadequado.

Tratamento

Quanto mais rápido iniciar a fisioterapia melhor. O Tratamento Fisioterapêutico consiste em Reduzir a Dor e o Edema na fase Aguda, e em seguida utilizar o Laser é utilizado para acelerar o processo de cicatrização das fibras musculares lesadas.

Durante as fases iniciais deve-se permitir a mobilização do membro acometido dentro dos parâmetros de segurança, para que não haja ampliação da área de lesão. O ultrassom pulsado auxilia na reparação, gerando um aumento do metabolismo local, redução da inflamação e do espasmo muscular, enquanto o ultrassom contínuo estimula a circulação sanguínea.

A flexibilidade pode ser iniciada de dois a sete dias após a lesão, realizada de forma suave a moderada de acordo com a resistência da dor. O fortalecimento muscular deve começar tão logo o paciente apresente melhora da dor com leve resistência. Os exercícios devem ser iniciados com baixa intensidade, aumentando-se a intensidade conforme a tolerância do indivíduo até evoluir para exercícios de alongamento e Fortalecimento vigorosos para retorno às atividades esportivas normais.

Este artigo foi relevante para você?

Nossos fisioterapeutas estão prontos para tirar as suas dúvidas, use o Whatsapp para perguntar o que quiser sobre o seu diagnóstico.

Clique acima para abrir o Whatsapp agora!

Compartilhe com seus amigos:

Comentários