Tendinites e Tendinopatias do Quadril

O que é?

No quadril, os tendões dos músculos glúteos (máximo, médio e mínimo) são os mais acometidos por tendinites. A dor se localiza na região lateral do quadril (sobre o trocanter do fêmur) podendo irradiar pela face lateral da perna. O tendão do músculo ílio-psoas e dos músculos adutores também são regiões comumente acometidas por processo inflamatório e/ou degenerativo. Os atletas que praticam atividades físicas que envolvem o uso excessivo das pernas são os mais afetados por tendinites, é o caso de esportes como ciclismo, futebol e corrida. Idosos também podem ser acometidos pela doença, isso acontece em virtude do desgaste progressivo da articulação do quadril

Causas

O aumento da carga de exercício de forma abrupta e o excesso de impacto do tendão contra proeminências ósseas são as causas das tendinites. Além disso, pacientes que apresentam algumas anormalidades biomecânicas como o “valgo dinâmico” podem potencializar a sobrecarga nestes tendões e acelerar o aparecimento das tendinites ou tendinopatias. Estas alterações podem acometer, principalmente, corredores de longa distância e aqueles que fazem muitas provas de intensidade alta, por exemplo, que incluem subidas. Entretanto, muitos pacientes sedentários com sobrepeso ou com disfunções biomecânicas podem apresentar este mesmo quadro clínico.

Sintomas

A dor normalmente ocorre perto da articulação, que aumenta com os movimentos e costuma piorar à noite. A espessura do tendão pode se apresentar aumentada. A condição dolorosa pode irradiar do quadril para a perna. O paciente pode sentir dificuldades para movimentar as pernas ou para caminhar, deitar e sentar sobre o lado afetado e também pode sentir cãibras (especialmente, após um longo período em repouso).

Este artigo foi relevante para você?

Nossos fisioterapeutas estão prontos para tirar as suas dúvidas, use o Whatsapp para perguntar o que quiser sobre o seu diagnóstico.

Clique acima para abrir o Whatsapp agora!

Compartilhe com seus amigos:

Comentários